Blefaroplastia

blefaroplastia1

Consiste na retirada do excesso de pele e bolsas de gordura das pálpebras superior e inferior, podendo ainda haver reposicionamento de estruturas. Em alguns casos há melhora da acuidade visual, pois o excesso de pele atrapalha a visão.

Cicatrizes: as incisões são colocadas em locais cuidadosamente escolhidos: na pálpebra superior coincidem com o chamado sulco palpebral (local onde a pálpebra superior se dobra para permitir abertura dos olhos) e na pálpebra inferior sob os cílios, ficando ambas praticamente imperceptíveis.

No pós-operatório, as cicatrizes, como quaisquer outras, sofrerão um amadurecimento , isto é, uma transformação progressiva, até que obtenham seu aspecto final. As principais fases de amadurecimento são:

0 a 30 dias:

As cicatrizes se apresentam com bom aspecto, como um fino corte, de coloração parecida com a pele ao redor. Podem surgir pequenas reações a pontos que melhorarão com o tempo.

30 dias a 4 – 6 meses:

É a fase onde a cicatriz se apresenta com pior aspecto, geralmente trazendo ansiedade a quem estiver menos avisado. A cicatriz fica rósea e mais aparente e este aspecto só melhora com o tempo.
Nesta fase as massagens na cicatriz são um ótimo auxílio e estarão sempre indicadas. Isto não deve ser confundido com cicatriz hipertrófica e quelóide , que são alterações da cicatrização dependentes de características pessoais do paciente, com influência genética, independentemente da técnica cirúrgica. Mesmo nestes casos, o cirurgião estará apto a orientar e tratar a cicatriz através de diferentes técnicas, obtendo bom resultado.

– 4- 6 meses até 12 – 18 meses:

É nesta fase que se dá o amadurecimento final e a cicatriz começa a “afinar” e mudar a coloração (clareando e se tornando mais parecida com a pele adjacente). Geralmente após este tempo a cicatriz assume o seu aspecto definitivo, bem como o resultado final da cirurgia pode ser avaliado. No entanto a cicatrização é um processo muito dinâmico e se continua indefinidamente, melhorando através de remodelação com o passar dos anos.

Anestesia:

Geralmente a cirurgia é feita sob anestesia local, associada à sedação no próprio consultório. É muito comum a associação desta cirurgia com outras cirurgias da face como frontoplastia.

É conveniente que se utilize óculos escuros para maior conforto e proteção do sol. Em casa, recomenda-se aplicação de gaze com soro fisiológico gelado sobre as pálpebras. Isto ajuda a diminuir o edema (inchaço) e equimoses (manchas roxas) que podem ocorrer em graus variáveis de pessoa para pessoa. Tudo isso é normal e melhorará com o passar do tempo.

Retirada de Pontos:

A retirada de pontos é feita em torno do quarto ao setimo dia.

Repouso:

É sempre relativo. No primeiro e segundo dia é prudente evitar muita movimentação e manter gaze com soro fisiológico gelado sobre as pálpebras. Não se exponha a sol ou calor excessivos no início e proteja os olhos com óculos se estiver fora de casa.

Sol:

Evite tomar sol no local das cicatrizes, principalmente no início e durante um período de 3 meses aplique filtro solar (FPS 30) sobre elas após retirados os pontos. Enquanto houver equimoses (manchas roxas) o sol também não é aconselhável pois elas poderão pigmentar (escurecer) de forma até permanente.

Resultado final:

blefaroplastia2Dependendo do grau de edema (inchaço) que ocorrer com você, logo no pós – operatório imediato já se pode ter uma idéia do resultado que será obtido.

O resultado final de qualquer cirurgia nunca pode ser avaliado antes da completa cicatrização, ou seja, 6 meses a 1 ano. Nesta fase é importante ter paciência e evitar a ansiedade de se querer um resultado imediato.

Pequenas áreas de insensibilidade, coceira e ardor também são muito comuns no início e se surgirem dúvidas, converse com o seu cirurgião, que será a única pessoa capaz de orientá-lo corretamente.

É importante que o paciente esteja bem esclarecido acerca do procedimento e o que ele pode oferecer, evitando falsas expectativas sobre o resultado.

O médico é a pessoa mais indicada para esclarecer todas as dúvidas de cada paciente, com informações específicas para cada caso, além destas por escrito, durante o pré-operatório.

 

PERGUNTAS FREQUENTES


EXISTE UMA IDADE IDEAL PARA SE OPERAR AS PÁLPEBRAS?

Não. Essa oportunidade é determinada pela presença do defeito a ser corrigido e geralmente ocorre após a terceira década.

AS CICATRIZES SÃO VISÍVEIS? ONDE SE LOCALIZAM?

Sendo a pele das pálpebras de espessura muito fina, as cicatrizes tendem a ficar praticamente disfarçadas nos sulcos da pele. Para tanto, deve ser aguardado o período de maturação da cicatriz (3 meses). Pela sua localização são passíveis de serem disfarçadas com uma maquiagem leve, desde os primeiros dias.

QUAL O TIPO DE ANESTESIA?

Pela extensão da cirurgia e boa qualidade dos anestésicos, a maioria dos casos é operada sob anestesia local (em alguns casos, com uma sedação prévia). Dependendo da vontade do paciente, poderão ser feitas sob anestesia geral. Reserva-se esta última conduta para os casos em que clinicamente está contra-indicada a anestesia local ou mesmo, quando a blefaroplastia esteja sendo feita simultaneamente a outras cirurgias.

HÁ DOR NO PÓS-OPERATÓRIO?

Geralmente não. Mesmo que ocorra uma sensibilidade maior ou pequenos surtos de dor, estes poderão ser perfeitamente abolidos com o uso de analgésicos comuns. Seu médico lhe prescreverá aquele mais indicado. Não de automedique.

OS OLHOS FICAM MUITO INCHADOS? POR QUANTO TEMPO?

blefaroplastia3O edema (inchaço) dos olhos varia de paciente para paciente. Existem aqueles (as) que já no 4º ou 5º dia apresentam-se com um aspecto bastante natural. Outros irão atingir este resultado após o 8º dia. Mesmo assim, os 3 primeiros dias do pós-operatório são aqueles em que existem maior “inchaço” das pálpebras. O uso de óculos escuros poderá ser útil nesta fase, assim como a utilização de compressas frias diminui a intensidade do edema. Sòmente após o 3º mês é que poderemos dizer que o edema residual é discreto.

QUANTO TEMPO DURA A CIRURGIA?

Normalmente, em torno de 90 minutos. Dependendo do caso, existem detalhes que podem prolongar este tempo.

O QUE SÃO AS “MANCHAS ROXAS OU AVERMELHADA ” OBSERVADAS EM CERTOS CASOS?

Nada mais são do que a infiltração do sangue na pele subjacente, e mesmo na conjuntiva ocular; são devidas ao próprio trauma cirúrgico. Isto, entretanto, não constitui qualquer problema futuro e não é considerado como complicação, mas sim, uma intercorrência transitória e reversível.

QUANDO TEREI O RESULTADO DEFINITIVO?

Após o 3o. mês. Entretanto, logo após o 8º dia já teremos aproximadamente 25% do resultado almejado, sendo que nas 2 ou 3 semanas subseqüentes esse percentual tende a melhorar acentuadamente.

OS OLHOS FICARÃO OCLUÍDOS APÓS A CIRURGIA?

Não obrigatoriamente. Podem ser recomendadas a colocação de compressas frias por alguns minutos, várias vezes ao dia, ato este controlado pelo(a) próprio(a) paciente, como profilaxia do edema acentuado.

 

 

Translate »